Paulo Nozolino
Lisboa, Portugal, 1955. Vive e trabalha entre Lisboa e Paris.

Paulo Nozolino é uma das figuras centrais da fotografia contemporânea. O seu percurso começa na década de 70 em Londres, para onde foi viver. Paris, desde o final dos anos 80 e durante toda a década de 90, é a sua base para uma longa série de viagens no Mundo Árabe, bem como na Europa do pós-queda do Muro de Berlim. Livros como Penumbra e Solo traduzem bem as suas preocupações políticas com uma sociedade em mutação. Regressa a Portugal em 2002 depois de Paris lhe ter consagrado uma exposição antológica – Nada – na Maison Européenne de la Photographie. Em 2005, o Museu de Serralves, no Porto, convida-o para nova antológica – Far Cry –, expondo pela primeira vez o trajecto de um fotógrafo português.

Artista frontal, Nozolino encara a fotografia como a vida, usando-a tanto para compreender o mundo como a si próprio e levando-a até aos limites das suas interrogações, das suas respostas e das suas vivências. Não há espaço para complacências no seu trabalho. Destruição significa destruição, morte é morte. Ciclos constantes no seu tempo histórico por excelência, o século XX, e ainda mais vivos no momento presente, como é afirmado nos seus mais recentes trabalhos, bone lonely, MakulaturUsura e Loaded Shine.

O reconhecimento público acompanha a obra do artista desde o início. São disso reflexo prémios tão relevantes como a Villa Médicis (1994), em França, ou o Grande Prémio Nacional de Fotografia (2006) e Prémio Sociedade Portuguesa de Autores (2013), em Portugal.

Exposições Individuais (selecção)
2018
Loaded Shine, Les Filles du Calvaire, Paris, França.
2017
Loaded Shine, Quadrado Azul, Porto, Portugal.
Loaded Shine, PhotoEspaña, Círculo de Bellas Artes, Madrid, Espanha.
2015
Make do, Galeria Quadrado Azul, Lisboa, Portugal.
2013
Bloom, Palais de Luppé, Rencontres d'Arles, França.
Gloom, Galeria Quadrado Azul, Lisboa, Portugal.
2012
Usura, BES Arte & Finança, Lisboa, Portugal.
2011
Makulatur, Galeria Quadrado Azul, Lisboa, Portugal.
2009
bone lonely / Far Cry, Atelier des Forges, Rencontres d’Arles, França.
bone lonely, Galeria Quadrado Azul, Lisboa, Portugal.
2007
Paulo Nozolino, Galeria Visor, Valencia, Espanha.
2006
Scalati, Galeria Quadrado Azul, Porto, Portugal.
2005
Far Cry, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal.
Exposições Colectivas (selecção)
2018
Intersticial: Diálogos no espaço entre acontecimentos, Núcleo de Arte da Oliva, São João da Madeira, Portugal .
Invbisible Cities, Budapest Photo Festival, Budapest Projekt Galéria, Budapeste, Hungria.
Eyes Wild Open - Sur une Photographie qui Tremble, Le Botanique, Bruxelas, Bélgica.
2016
A Arquitectura dos Artistas, Atelier Museu Júlio Pomar, Lisboa, Portugal.
2015
Ostlicht Galerie, Viena, Áustria.
C/O Berlin Foundation, Alemanha.
Fotografie Forum Frankfurt, Alemanha.
2014
Deichtorhallen, Hamburg, Alemanha.
Art foyer – DZ Bank Kunstsammlung, Frankfurt, Alemanha.
Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal.
2013
Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal.
2011
Art foyer – DZ Bank Kunstsammlung, Frankfurt, Alemanha.
2009
Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal.
2008
MUDAM, Luxemburgo.
2007
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
2006
Fundació Foto Colectania, Barcelona, Espanha.
Prémios
2013
Prémio Autores 2013 - Artes Visuais, Sociedade Portuguesa de Autores, Lisboa.
2012
Deutscher Fotobuchpreis, Silver Medal, Stuttgart.
2006
Prémio Nacional de Fotografia, Portugal.
2005
Deutscher Fotobuchpreis, Stuttgart.
1998
Oskar Barnack Award, Honorable Mention, Arles.
1995
Grand Prix de la Photographie, Vevey.
1994
Villa Médicis Hors les Murs, Paris.
1989
Fondation Leica, França.
1988
Prémio Kodak, Portugal.
1984
Prémio de Fotografia, CAM, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
Colecções
Bibliothèque Nationale de France, Paris.
Centre National d’Arts Plastiques, Paris.
Fonds National d’Art Contemporain, Paris.
Maison Européenne de la Photographie, Paris.
Ministère de l’Agriculture et de la Pêche, Paris.
Collection FNAC, Paris.
Centre Régional de la Photographie, Nord-Pas-de-Calais.
Musée Fenaille, Rodez.
Les Abbatoirs, Toulouse.
Centre Méditerranéen de la Photographie, Bastia.
DZ Bank, Frankfurt.
MUDAM, Luxemburgo.
Musée Suisse de l’Appareil Photographique, Vevey.
Caja de Ahorros El Sol, Sevilha.
Institut Valencià d’Art Modern, Valencia.
Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo, Badajoz.
Fundació Foto Colectania, Barcelona.
Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto.
Centro Português de Fotografia, Porto.
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
Centro Cultural de Belém, Lisboa.
Caixa Geral de Depósitos, Lisboa.
Banco Privado, Lisboa.
Fundação EDP, Lisboa.
Fundação Carmona e Costa, Lisboa.
Fundação Leal Rios, Lisboa.
Colecção BESart, Lisboa.
Colecção PLMJ, Lisboa.
Centro de Artes Visuais, Coimbra.
Museu Carlos Relvas, Golegã.
Berlin, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Arles, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Paris, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Callac, 2010. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Vila Viçosa, 2008. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Beirã, 2012. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Lisboa, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Lan Merzer, 2012. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Lan Merzer, 2012. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Guingamp, 2011. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Berlin, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Ellis Island, 2011. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Guingamp, 2012. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Callac, 2010. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Plésidy, 2011. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Beirã, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Paris, 2011. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Lisboa, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Berlin, 2013. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Ellis Island, 2011. Prova de gelatina de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm 
Vista da exposição Loaded Shine, Galeria Quadrado Azul Porto. Créditos da Imagem: Filipe Braga 
Vista da exposição Loaded Shine, Galeria Quadrado Azul Porto. Créditos da Imagem: Filipe Braga 
Obs. 7, 1988-2002. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Obs. 1, 2008. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Obs. 2, 2009. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Obs. 3, 2008-2009. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Obs. 5, 2009. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Obs. 6, 2002-2010. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Makulatur, (vista da instalação), 2011. 6 dípticos, provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Créditos da imagem: Teresa Santos / Pedro Tropa 
Makulatur, (vista da instalação), 2011. 6 dípticos, provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Créditos da imagem: Teresa Santos / Pedro Tropa 
Untitled, Blodelsheim, 1999. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Remember the Damned, the Expropriated, the Exterminated..., Bucharest, 2003 / Madrid, 2003 / Auschwitz, 1994. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Europa, 1993-2003. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Sinking Sun, Tokyo, 1996. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Salt of the Earth, 1989-2000. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Vii, Adormiti, Morti, Bucharest, 2003. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Acid Rain, Ukraine, 2008. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Volunteers, Victims, Veterans, New York, 2007. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Pandora’s Box, 2003-2004. Provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Edição de 3 
Usura, (vista da instalação), 2012. 9 trípticos, provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Créditos da imagem: Teresa Santos / Pedro Tropa 
Usura, (vista da instalação), 2012. 9 trípticos, provas em brometo de prata sobre alumínio. 120 x 80 cm (cada). Créditos da imagem: Teresa Santos / Pedro Tropa